ed 07/2017 : caiman.de

revista cultural y de viaje sobre latinoamerica, españa y portugal : [edición actual] / [primera página] / [archivo: edición/país/columna]
deutsch// 


Arquivo: Os heróis do Brasil



Marquinhos e o Trem do Samba
Tentativas de resgate
(tom milz)

América Latinha
Sobre latinhas e modernidade
Quando o assunto é modernidade, cada um entende algo diferente. No começo dos anos oitenta, sugiram os primeiros grupos do movimento civil ecológico na Alemanha.
(tom milz)

Tudo pelo IBOPE – Gugu pisou feio na bola
Muita gente percebeu que tinha alguma coisa errada com essa entrevista, e logo foi revelado que tudo era uma farsa. Os dois "bandidos" foram contratados "na rua" por um assistente do Gugu. Receberam 500 reais cada um para dar a falsa entrevista.
(tom milz)

Uma vida na faixa verde
O homem fora do tempo
(tom milz)

Cerveja preta
A nova onda no Brasil
(tom milz)

Um elevador brasileiro
(tom milz)

Com Simbad pelo Delta do Parnaíba
(tom milz)

Heroina afro-americana
Entrevista com Edna Lima, primeira Mestra de Capoeira
(nicole rösner e ricarda bruder)
(matices)

Antarctica
"Para o Brasil, agora é ALCA ou Antarctica", disse o presidente norte-americano, George W. Bush, na semana passada. E parece que os brasileiros acharam a resposta certa: votar em Lula e beber Antarctica.
(tom milz)

Fumar à maneira brasileira
ou: o cigarro sem preocupação
(tom milz)

Havaianas, o fio dental dos pés
ou: o chinelo dos brasileiros
(tom milz)

Nada sobre futebol
(tom milz)

O eterno Lula
Pela quarta vez, Luiz Inácio Lula da Silva é candidato à presidência, pelo Partido dos Trabalhadores, e, como sempre, lidera as pesquisas. Normalmente, ele sai bem na frente dos outros, e, normalmente, ele perde no segundo turno, finalmente.
(tom milz)

Sacoplástico: Esse herói topa qualquer coisa
Por segurança, a moça do caixa coloca mais dois sacos. O seguro morreu de velho. "Sacoplásticodesupermercadoparamelhorsegurança"
(tom milz)

Todos os loucos deste mundo
Silêncio. Cada um focando só a sua leitura. Histórias de santos para as donas de casa, futebol para os trabalhadores, análise da bolsa para os homens de negócios, as notícias sobre os últimos crimes para os masoquistas. Talvez seja a angústia que faz as pessoas dessa cidade se fecharem.
(tom milz)

O herói morto
A decadência da seleção canarinha
(tom milz)

O homem-enciclopédia
"Qual é o número que multiplicado por ele mesmo dá 81:
A: 8; B: 9; C: 10 ou D: 5?"
A mulher se assusta. "Sempre fui péssima em matemática."
Pediu as placas. Dessa vez se salvou. Mas para eliminar a vergonha, respondeu a próxima sem pensar.
(tom milz)

O bezerro-encourado
O sentimento de não pertencer, de ser um estranho na própria família, de ser expulso, de viver num estado de dissonância com o resto do mundo, nunca o abandonou.
(tom milz)

O caRIOca:
breve biografia de um portador de havaianas
(thomas milz)

Macunaíma: O herói sem nenhum caráter
Ele vem do mundo mítico da selva amazônica e da sua rede se ouve sempre o grito: "Ai! Que preguiça!...". Sua virtude mais impressionante (apesar dessa virtude ser a única!) é andar pela vida sem nunca precisar trabalhar.
(thomas milz)

Americanus, Europaeus, Asiaticus, Africanus
Para onde irá nossa viagem
(cristina poli)

O Ícaro brasileiro
Sobre a queda de um felizardo
(thomas milz)

Crônica da morte de um coopista
Segunda-feira, 11 de Junho 2001, fim de tarde numa avenida movimentada de São Paulo.
(thomas milz)

Jeca Tatu – o "piolho-da-terra"
(thomas milz)

O herói trágico – Zé-do-Burro
(thomas milz)

O rei do cangaço – 2a. parte
Nesta segunda parte da sua história, Lampião encontra a mulher da sua vida.
E perde sua cabeça…
(thomas milz)

O rei do cangaço – 1a. parte
Mas os quinze anos da sua soberania no sertão nordestino brasileiro foram uma história cheia de horrores, de muito sangue, e seu nome fez a população nordestina tremer: Lampião!
(thomas milz)

A religião da tristeza
"Aprendi a esperar mas não tenho mais certeza... Já tentei muitas coisas, de heroína a Jesus, tudo que já fiz foi por vaidade."
(thomas milz)

A desgraça nacional
Um amigo meu me disse uma vez: "O país não teria aguentado um segundo disco deles. Eram uma desgraça nacional, porque chocaram demais."
(thomas milz)

Silvio Santos e seu "Baú da Felicidade"
(thomas milz)

...e quando ele passa
(thomas milz)

 

 

  escuelas//de//idiomas 


© caiman.de : [disclaimer] / [imprint]