ed 12/2017 : caiman.de

revista de cultura e viagem para américa-latina, espanha e portugal : [edição atual] / [primeira página] / [arquivo: edição/país/coluna]
deutsch// 


[art_3] Brasil: "O Natal que você sempre sonhou..."

Artificial, naturalmente, pois onde iria se conseguir um pinheiro de 85 metros? O colosso pode criar inúmeras figuras de luz e faz isso sem parar, enquanto holofotes de lazer circulam ao seu redor. È composto de tantas luzes que, segundo se diz, daria para enfeitar 15 mil árvores normais. Há uma pequena ilha na lagoa, a Ilha Caiçaras, situada a apenas uns metros da beira. Nela, está rolando uma festa de Natal chiquérrima, e um barco enfeitado com pequenas lâmpadas faz o transporte dos convidados. "Apenas para membros do clube." o segurança anuncia. "É um clube particular!""Não está um pouco quente com o gorro de Natal na cabeça?" A moça no caixa mostra sorri sofridamente. "Estou derretendo. Mas não poso tirá-lo." Fora da loja, o sol bate forte. As manchetes do dia seguinte anunciam o dia mais quente do ano – 41,4 graus. E isso poucos dias antes do Natal, enquanto neva tanto nas propagandas de TV.

"O Natal que você pediu – compre agora e comece a pagar só em fevereiro!" Já há supermercados oferecendo parcelar o pagamento do peru de Natal – em três vezes. A situação em muitas famílias está mesmo braba. As compras de Natal podem ser atrapalhadas mesmo para quem tem emprego no setor público. Muitos estados não têm verbas para pagar o décimo terceiro.

Pelo menos esses problemas as socialites no bate papo na TV não têm. Todas tingidas de loira, sentadas no sofá reclamando: "Como o tempo passa, gente – o Papai Noel acabou de sair pela porta de trás da minha casa, e já está entrando pela porta da frente de novo…" "E como virou um stress comprar todos estes presentes, gente!"

Ao contrário dos países onde se coloca as luzes nas coroas das árvores, aqui enfeita-se o tronco. Ninguém soube me explicar o porquê disso. Se isso serve como símbolo do falo ou é apenas por falta de escadas de mão, quem sabe? Mas pelo menos construíram, no meio da lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro, uma das maiores árvores de Natal do mundo.



Artificial, naturalmente, pois onde iria se conseguir um pinheiro de 85 metros? O colosso pode criar inúmeras figuras de luz e faz isso sem parar, enquanto holofotes de lazer circulam ao seu redor. È composto de tantas luzes que, segundo se diz, daria para enfeitar 15 mil árvores normais. Há uma pequena ilha na lagoa, a Ilha Caiçaras, situada a apenas uns metros da beira. Nela, está rolando uma festa de Natal chiquérrima, e um barco enfeitado com pequenas lâmpadas faz o transporte dos convidados. "Apenas para membros do clube." o segurança anuncia. "É um clube particular!"

Quem não tem dinheiro, faz a festa em casa. Na televisão, uma propaganda de Natal atrás da outra. "Compre um Vivo e fale a qualquer hora com três pessoas que têm Vivo a R$ 0,09 o minuto por um ano. " Bem, mesmo que eu conhecesse três pessoas com um celular Vivo, o que falaria para três pessoas ao mesmo tempo por um ano inteiro? E não ficaria muito caro, 365 dias x 24 horas x 60 minutos x 0,09 Reais?

O shopping se transformou num mundo de Walt-Disney, pequenas crianças fazem fila para tirar foto com Papai Noel. Num intervalo, pergunto pra ele: "Posso tirar uma foto do Sr.?" Já tem um segurança ao meu lado... "Want to make a picture, friend?"

Texto + Fotos: Thomas Milz

[print version] / [arquivo: brasil]

 

 


© caiman.de : [disclaimer] / [imprint]