ed 09/2014 : caiman.de

revista de cultura e viagem para américa-latina, espanha e portugal : [edição atual] / [primeira página] / [arquivo: edição/país/coluna]
deutsch// 


[art_2] Brasil: Minha Saudade
O gênio musical João Donato completa 80 anos
 
Da janela da sua casa na Urca ele olha para a Baía de Guanabara. A lembrança mais bonita destes oitenta anos? João solta um sorriso. "A primeira namorada, a primeira música, uma valsa para minha namorada, Nini."

João Donato senta no seu piano e começa a tocar aquela música. Depois parte para os improvisos, um jazz com pegada brasileira. Claro.

Aos oitenta anos, completados no dia 17 de agosto, ele ainda não pensa em parar. Em meio aos shows pelo Brasil e mundo-afora, novos projetos de discos ("Live Jazz in Rio") e um documentário a ser lançado em breve, João está mais ativo que nunca.

Apenas sente cansaço com as longas entrevistas que acompanham seu aniversário. Nelas, João lembra dos bons e velhos tempos, as parcerias com os astros da Bossa Nova, Tom Jobim e João Gilberto, no Rio de Janeiro dos anos cinquenta.

Depois parte para os Estados Unidos, em 1959, onde se dedicou ao jazz afro-cubano. Tocou com todos os grandes, como Chet Baker e Tito Puente.

De volta ao Brasil, em 1972, realizou parcerias com os grandes da MPB, principalmente para ter ajuda com as letras. Grande compositor de temas musicais lindíssimas, ele deixou as letras para os amigos, como Caetano Veloso.

Muitos discos gravados, muitas amizades ("a maioria dos meus amigos já morreu"), muitas aventuras. Era assim que tinha imaginado sua vida, quando jovem? "Queria ser aviador, como meu pai. Mas fui reprovado no exame de vista pela Aeronáutica. Resolvi continuar na música, e estou até hoje."

"Mas o que me marcou mais, nestes oitenta anos, foi minha infância na minha terra natal, Rio Branco, no Acre. Sempre me vem lembranças daquele tempo, eu aprendendo a nadar no rio, a barriga cheia de melancia, os passeios de avião pela floresta, com meu pai. É essa parte de que me lembro com mais felicidade."

Como a vida deixa saudades, eis uma das primeiras músicas compostas por João, "Minha Saudade". Feliz aniversário!

https://www.youtube.com/watch?v=IswE2E4q1KY

Texto + Fotos: Thomas Milz

[print version] / [arquivo: brasil]

 

 


© caiman.de : [disclaimer] / [imprint]