ed 08/2010 : caiman.de

revista de cultura e viagem para américa-latina, espanha e portugal : [edição atual] / [primeira página] / [arquivo: edição/país/coluna]
deutsch// 


[art_2] Brasil: Fuga para a Wolkenburg
Fim de semana em Cunha
 
Chuva em São Paulo, ô inverno feio..... fazer o que? Fugir para as montanhas, em direção ao Rio de Janeiro. Peraí!! Era só atravessar a divisa para o Rio, pela estrada que desce para Paraty, para o céu se fechar. Estamos presos nas nuvens, na neblina. Marcha ré, e já voltamos os cem metros até a divisa com São Paulo. Por aqui, só céu azul. Melhor ficar em São Paulo então.



Estamos perto da cidade de Cunha, uma cidadezinha, na verdade, mas cheia de graça. Aqui, os ceramistas japoneses criam sua arte maravilhosa. Mas não queremos pernoitar aqui - bom, queríamos sim, mas a cidade está lotada com os paulistas que fugiram do mau tempo na capital.



Pegamos uma estrada de terra para, três quilômetros mato adentro, para achar a Fazenda Santa Barbara, uma gracinha da época colonial. Os quartos feitos de madeira pesada, para agradar nosso gosto, e os cobertores grossos para nos proteger do frio. Estamos a 1,000 metros de altura, e durante a noite clara e cheia de estrelas, as temperaturas baixam demais. Frio gostoso.


O novo dia raiando com céu azul perfeito. No meio da montanhas, subimos até a Pedra da Macela, um mirante de onde dá para ver o mar. Ou, melhor, daria. Neblina para todos os lados, temos que voltar. "E a vista lá em cima," perguntam os turistas que cruzam com a gente. "Vista fantástica, vale a pena subir!" É mentira, tudo bem, mas as pessoas precisam de esperanças na vida.


E nos precisamos de que? Que tal uma cerveja alemã, feita conforme a lei de pureza de 1516. É só virar umas esquinas para chegar na Cervejaria Wolkenburg - castelo na neblina. Nome perfeito! Fundado por Thomas Rau, uma alemão nascido em Speyer, que toca o negocio junto com sua esposa brasileira Heike. Hoje tem uma festa especial, a Brezelfest. Comemos Käsespätzle, comida típica da região sul da Alemanha, e os Brezel, ainda quentes. A Wolkenburg até fornece quatro tipos diferentes de cerveja para os restaurantes da região - provamos todas.



Aquecidos assim, voltamos para a Fazenda. Agora chegou a hora de cavalgar um pouco. Os cavalos não parecem muito animados, diferente da gente. Entramos num pedaço de Mata Atlântica, descansamos ao lado de uma cachoeira magnífica, pegamos carrapatos. E relaxamos.



Na volta, os cavalos se animam e correm em direção para casa. Conseguimos nos segurar em cima, pelo menos isso. O vento frio e o sol ardente no rosto, mais tarde, quando chegamos em São Paulo, estamos de caras queimadas. Que bela fuga!

Fotos + vídeo + texto: Thomas Milz


Cervejaria Wolkenburg
www.cervejariawb.com.br

Fazenda Santa Barbara
www.pousadasamana.com.br

Cunha
www.cunha.sp.gov.br

Fotos de Cunha
www.pt.trekearth.com/gallery/South_America/Brazil/Southeast/Sao_Paulo/Cunha

[print version] / [arquivo: brasil]

 

 


© caiman.de : [disclaimer] / [imprint]