ed 07/2014 : caiman.de

revista de cultura e viagem para américa-latina, espanha e portugal : [edição atual] / [primeira página] / [arquivo: edição/país/coluna]
deutsch// 


[art_3] Brasil: Momentos mágicos
Essa Copa é de tirar o folego
 
Quinta-feira, dia 12 de Junho, Copacabana, Rio de Janeiro
 

 
IA Fan-Fest na Praia de Copacabana está bombando. 20.000 loucos por futebol lotam o espaço, fora, nas ruas e na praia, há muito mais. Os mexicanos, americanos e argentinos fazem a festa, os ambulantes vendem uma lata de cerveja por 5 R$ para os brasileiros e por 10 R$ para os gringos.



Boicote neles. Coisa feia.

O Brasil ganha da Croácia, alias, lá em São Paulo. A Copa está começando bem.



Sexta-feira, dia 13 de Junho, Arena Fonte Nova, Salvador da Bahia



Holanda e Espanha – jogaço!!!! A repetição da última final de Copa, 2010 na África do Sul.



Já de longe se escuta a batucada. O Pelourinho tomado – pelos holandeses. O centro histórica coberto de laranja.



Os holandeses até trouxeram trio elétricos. Os soteropolitanos não estão entendendo nada. Carnaval fora de época é com eles, mas tantos loiros loucos aí já é demais.



A caravana laranja segue para a Fonte Nova, onde o carnaval holandês afunda a campeã Espanha. 5 a 1 – a Copa começa de forma espetacular.

Quarta-feira, dia 18 de Junho, Estádio Maracanã, Rio de Janeiro



Chile e Espanha – já um jogo de vida ou morte para a campeã.
E a torcida chilena? Eles cantam sem parar. Hoje é “La Roja” contra “La Roja”, e o estádio por completo de vermelho. Lindo.



A torcida chilena sem ingresso invade o Maracanã pela área de imprensa, alguns chegam até as tribunas. A campeã Espanha apanha mais uma vez, os chilenos não param de cantar.
2 a 0 para o Chile, “la verdadeira Roja es chilena”. Adeus Espanha.



Sábado, dia 21 de Junho, Estádio Castelão, Fortaleza



Alemanha contra Gana, o duelos dos irmãos Boateng.



Muitos alemães na Beira-Mar, na orla de Fortaleza. Um calor insuportável, um sol de rachar. No estádio, a torcida alemã briga com os stewards da FIFA, que tiram as bandeiras alemãs.

Turbulenzen auch auf dem Platz. Ghana gleicht aus und führt plötzlich, die Deutschen werden komplett an die Wand gedrückt. Die brasilianischen Fans im Stadion laufen zu Ghana über. Die Deutschen beherrscht die Angst.



Primeiro tempo morno, segundo a mil volts. A Alemanha perde o controle sobre o jogo, a própria tática e tudo. Mas parte para o ataque. 2 a 2 – essa valeu demais!



Segunda-feira, dia 23 de Junho, Estádio Mané Garrincha, Brasília
Brasil e Camarões



O Governo Brasileiro mandou um convite, e vamos de ônibus do hotel para o estádio. Na área FIFA-Hospitality um buffet de primeira, depois o estádio mais caro da Copa (1,6 bi) todo de amarelo.



O Neymar num dia inspiradíssimo, que menino bom de bola. Um 4 a 1 fácil contra o pior time da Copa. Tudo bem.



De volta para a área FIFA-Hospitality, a sobremesa já está esperando.
Valeu Brasília. Show de bola!

Quinta-feira, dia 26 de Junho, Arena Pernambuco, Recife
Alemanha e Estados Unidos. Jogo decisivo para os dois times. Löw contra Klinsmann ! Emoção pura. E muita chuva.



De manha, Recife já está em baixo de água. Muita gente nem consegue chegar na Arena Pernambuco. Melhor ir de Metro. Tem de ser esperto, cara !
No estádio, mais americanos que alemães. Mas a Alemanha controla a partida do começo até o fim. Enquanto isso, a chuva cai.







Unidos chegam em segundo. E todo mundo está de festa.
 
Letztes Highlight



Segunda-feira, dia 30 de Junho, Fan-Fest, Recife
Alemanha e Argélia jogam em Porto Alegre. Conseguimos ingressos, mas as passagens aéreas são caras demais. Vamos no jogar no Fan-Fest em Recife. E torcer pela vitória alemã.

E torcendo por muito mais momentos mágicos durante esta Copa fantástica.

Texto + Fotos: Thomas Milz

[print version] / [arquivo: brasil]

 

 


© caiman.de : [disclaimer] / [imprint]