ed 05/2011 : caiman.de

revista de cultura e viagem para américa-latina, espanha e portugal : [edição atual] / [primeira página] / [arquivo: edição/país/coluna]
deutsch// 


[art_3] Brasil: Beatlemania na América do Sul
A volta de Paul McCartney
 
Parece que ele gostou da América do Sul. Menos de seis meses depois de seu último giro pelo continente, Paul McCartney está de volta para quatro shows. Em maio, o ex-beatle vai se apresentar em Lima, Santiago e Rio de Janeiro. Especialmente gostou muito do Brasil, como o próprio Paul tinha dito depois dos shows em Porto Alegre e São Paulo em novembro.

[zoom]
[zoom]

Aqui, os fãs fizeram acampamentos de uma semana em frente dos estádios para garantir o melhor lugar. Os shows foram pontos altos da longa carreira de apresentações do Popstar, como ele confessou depois da pura catarse dos fãs.

Durante os três horas de show, os fãs não pararam de cantar junto, tanto os muitos jovem como, também, os representantes das gerações mais velhas. Centenas de fãs cercaram os hotéis onde o ídolo se hospedou, para conseguir vê-lo.


[zoom]

O clima trouxe lembranças da beatlemania dos anos sessenta. Cenas como essas raramente se tinha visto antes na América do Sul. Em conseqüência, Paul está de volta apos somente seis meses. Antes, demorou 17 anos, de 1993 até 2010, para voltar ao continente.

Esta vez, não vai se apresentar em Buenos Aires ou numa outra cidade argentina. Talvez por causa da frieza do publico argentino, que foi botado para se sentar em cadeiras em pleno Estádio River Plate. Uma frieza que combinava com as baixas temperaturas naquelas duas noites de show. Em compensação, o ex-beatle volta a se apresentar no Rio de Janeiro, depois de vinte anos. Foi aqui que ele estabeleceu, em abril de 1990, um recorde de publico. Mais de 184.000 pessoas foram ao Maracanã para ver o segundo show de Paul.

[zoom]
[zoom]

Como o Maracanã está em obras por causa da Copa de 2014, McCartney canta no Estádio Olímpico João Havelange. Mas o clima será tão bom quanto vinte anos atrás. Os ingressos para os dois shows se esgotaram em poucas horas. Bem que poderia ser a última chance de ver o ídolo ao vivo, acreditam críticos.

Pois com quase setenta anos, Paul é um dos veteranos da geração Rock, e sua voz já não alcança mais as notas mais altas.

Mas quem viu o Popstar no ano passado, deve duvidar de tais críticas. O homem parece em forma, parece um jovem, e podemos ter a esperança de vê-lo tocar nos palcos aos oitenta anos. Bem-vinda de volta, Beatlemania.

[zoom]

Texto + Fotos: Thomas Milz

Os shows:
9 de Maio, Segunda-feira - Estádio Monumental, Lima, Peru
11 de Maio, Quarta-feira - Estádio Nacional, Santiago, Chile
22 de Maio, Domingo - Estádio Olímpico, Rio de Janeiro, Brasil
23 de Maio, Segunda-feira - Estádio Olímpico, Rio de Janeiro, Brasil



[print version] / [arquivo: brasil]

 

 


© caiman.de : [disclaimer] / [imprint]