ed 01/2008 : caiman.de

revista de cultura e viagem para américa-latina, espanha e portugal : [edição atual] / [primeira página] / [arquivo: edição/país/coluna]
deutsch// 


[art_1] Brasil: Adeus Lisboa
Parte 1: Um príncipe medroso foge para os trópicos (
parte 2 / parte 3)

Na maioria das vezes, são os atos heróicos que entram nos livros de historia. No caso de D. João VI, príncipe regente do império português, foi o medo que o obrigou a cometer um ato que mudou a historia do mundo.

Enquanto as tropas de Napoleão Bonaparte se aproximaram, D. João VI e sua família embarcaram nos navios da frota portuguesa e deixaram a capital ameaçada. Junto come ele, toda a aristocracia e as famílias importantes do pais partiram na manha do dia 29 de novembro de 1807. Ficar e lutar não era o ponto forte do gordo príncipe regente, que assim preferiu fugir.

Dois meses depois, D. João chegou no outro lado do Atlântico. Nunca antes um rei europeu tinha pondo seus pés numa das colônias ultramarinas. Ironicamente, a vinda da família real ao Brasil marcou, ao mesmo tempo, o começo do fim do império português, espalhado, na época, pelo mundo inteiro.

Os portugueses gostaram tanto deste novo mundo que resolveram ficar até 1821, seis anos apos da queda de Napoleão. E apenas um ano atrás, em 1822, os portugueses que tinham ficado no Brasil resolveram se declarar independentes da Pátria Mãe.

Em 2008, o Brasil se lembra daquele momento tão importante, que mudou por completo a historia do Brasil. Enquanto uma nova nação nasceu neste lado do Atlântico, Portugal mergulhou cada vez mais profundamente na sua decadência.

Nossa edição de fevereiro trará um relato da passagem da frota portuguesa, de Portugal até a Bahia, onde resolveram ficar por umas semanas antes de seguir a viagem até Rio de Janeiro, onde chegaram no inicio de Março de 1808.

Mas por enquanto, vamos dar uma última olhada sobre Lisboa, a cidade encantada na beira do Rio Tejo, que, naquele dia 29 de novembro de 1807, acordou com as notícias sobre o avanço das tropas franceses e da fuga da família real e de toda a classe alta da sociedade. Vamos nos despedir de Lisboa antes de viajar, junto com a frota portuguesa, para o novo mundo.

Galeria de imagens de Lisboa
[zoom]
[zoom]

[zoom]
[zoom]

[zoom]
[zoom]

[zoom]
[zoom]

[zoom]
[zoom]

[zoom]
[zoom]

Texto + Fotos: Thomas Milz

[print version] / [arquivo: brasil]

 

 


© caiman.de : [disclaimer] / [imprint]